Categoria: Saúde
CÓDIGO: 18109447
TÍTULO: Cordas Virtuais
DESDE: 04-2010
AUTOR / RESPONSÁVEL: Flávia Tamarindo
URL: cordasvirtuais.blogspot.com/
Você pode votar 1 vez por email, por Facebook e pelo Twitter

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Breve volta... Nota importante para a Fonoaudiologia!!!

Enviada por Juliana Algodoal, nota falando sobre uma pesquisa realizada por  Maria Lucia Dragone com professores da Rede Municipal de Araraquara/Programa de Saúde Vocal, que foi publicado na área de Doenças do Trabalho da Revista Proteção.


Professores percebem problemas de voz


Um estudo realizado com 502 educadores brasileiros de escolas públicas municipais revela que eles percebem problemas vocais, mas não enxergam de forma tão clara que esses problemas podem levar a restrições. Para Maria Lúcia Suzigan Dragone, professora do Centro Universitário de Araquara (UNIARA), isso talvez possa explicar porque esses profissionais têm pequena participação em programas de saúde vocal.
A pesquisadora conta no artigo, que ainda será publicado no periódico internacional Folia Phoniatrica et Logopaedica - International journal of Phoniatrics, Speech therapy and Communication Pathology -, que chegou a esta conclusão após analisar dados obtidos a partir do questionário Voice Activity and Participation Profile (VAPP), ministrado aos participantes. Maria Lúcia afirma que correlacionou as informações com resultados prévios da literatura de grupos disfônicos e não disfônicos. Vale lembrar que disfonia é definida como qualquer perturbação da voz, manifestada por rouquidão ou outros defeitos de fonação, devido a causas orgânicas, funcionais ou psíquicas.
Segundo Maria Lúcia, a "pontuação dos educadores ficou próxima a do grupo de não disfônicos com relação à comunicação diária e social, e limitações emocionais e de atividade, mas a percepção de problemas na voz ficou mais próxima daquela observada no grupo disfônico".
 
Fonte: Agência Notisa


Parabéns Maria Lúcia Dragone!!! Obrigada pelas contribuições à Fonoaudiologia.
Um grande abraço.

Flávia Tamarindo - Fonoaudióloga

Nenhum comentário:

Postar um comentário